Exames de Laboratório

Exames de laboratório, como o próprio nome já diz, são feitos em laboratórios ou clínicas especializadas. São exames solicitados pelos médicos para confirmar ou mesmo descobrir o diagnóstico das mais variadas doenças.

Existem diferentes tipos de exames de laboratório, dentre os quais podemos destacar exames de urina, de sangue, entre outros, como veremos a seguir.

Exames de Laboratório para Mulheres

exames de laboratório

Os exames de laboratórios mais comuns solicitados pelos ginecologistas são:

  • Mamografia
  • Ultrassom ginecológico, endovaginal e obstétrico
  • Ultrassom dos seios
  • Ultrassom para detectar endometriose
  • Captura híbrida para HPV
  • Laparoscopia
  • Densitometria óssea
  • Ressonância magnética da mama

Mamografia

É o método mais recomendado para a detecção precoce do câncer de mama. Altamente sensível, pode mostrar câncer muito antes dele dar outros sinais. Esse exame pode detectar microcalcificações que podem indicar a fase inicial de um tumor. Adequado para mulheres com mais de 40 anos.

Ultrassom ginecológico, endovaginal e obstétrico

Os ultrassons endovaginais, emitem ondas sonoras que não são possíveis de ouvir para examinar o interior do corpo feminino. O exame ginecológico ou pélvico se realiza por meio do abdômen e com a bexiga cheia. E, finalmente,a ecografia obstétrica é feita quando a paciente está grávida. Qualquer mulher pode realizar um ultrassom, exceto as mulheres virgens no que se referem aos exames endovaginais.

Veja mais sobre:  Exames de Consultório para Mulheres

Ultrassom dos seios

Permite a avaliação da glândula mamária e a detecção de lesões. Nesse exame é usada a função de onda, e indica se o nódulo é benigno ou maligno. As mulheres que passam a sentir mudança em seus seios devem fazer esse exame.

Ultrassom para Endometriose

Usado para diagnosticar a endometriose, sendo realizado através de ondas sonoras. Ele auxilia na detecção de problemas no ovário e suas sequelas. Quando se faz o diagnóstico de endometriose, o resultado ajuda o médico numa eventual cirurgia futura.

Captura Híbrida para HPV

Faz o diagnóstico da presença do HPV mesmo antes que a paciente apresente sintomas. Nesse exame, o médico insere o espéculo e, com a ajuda de uma escovinha, colhe amostras de secreção da região do colo uterino, da vulva ou da vagina. Feito isso, o material é enviado para o laboratório. A preparação do exame é fundamental para seu sucesso, não podendo haver relação sexual três dias antes do exame, não estar menstruada e não usar cremes ou ducha vagina nos últimos sete dias.

Leia também:

Laparoscopia

Exame que permite procurar e realizar intervenções cirúrgicas por meio de pequenas cânulas metálicas inseridas no abdômen. Hoje em dia, a visualização interna é feita através de câmeras em miniatura, num procedimento conhecido como videolaparoscopia. Ambos os procedimentos requerem anestesia geral e internação no hospital. É sugerido para diagnosticar corretamente a infertilidade feminina e a endometriose.

Veja mais sobre:  Tricomoníase

Densitometria óssea

Através de raios-X, a densiometria óssea é uma exame de laboratório que mede a densidade mineral no segmento ósseo, com avaliação de acordo com padrões de idade e sexo, e representa o diagnóstico principal da osteoporose. Com essa medição em mãos pode-se verificar a possibilidade de ocorrer fraturas futuras e também o grau de osteoporose.

Ressonância Magnética da Mama

Este exame de laboratório consiste em colocar a pessoa em um campo magnético, sendo possível analisar detalhes que não são vistos em exames convencionais de radiologia. Além da mama, a ressonância magnética pode ser feita em diferentes partes do corpo e podem ser necessárias para confirmar um diagnóstico, de acordo com solicitação médica. No caso da mama, a diferença para a mamografia é que a ressonância magnética utiliza um campo magnético forte, e não radiação.

 

Compartilhe: